Cientistas desmontam teorias e mitos sobre canhotos

Desde sempre houve muitas alegações sobre o que significa ser canhoto e se muda o tipo de pessoa que alguém é — mas a verdade é quase um enigma.

Mitos sobre a lateralidade aparecem ano após ano, mas os investigadores ainda não descobriram bem o que significa ser canhoto.

Então, por que é que as pessoas são canhotas? A verdade é que não se sabe. O que sabemos é que apenas cerca de 10% das pessoas em todo o mundo são canhotas — mas isto não é dividido em partes iguais entre os sexos.

Cerca de 12% dos homens são canhotos, mas apenas cerca de 8% das mulheres o são.

Algumas pessoas perguntam-se porque não somos todos destros, mas a questão interessante é: por que é que a nossa mão dominante não é baseada no acaso? Por que é que não é uma separação de 50:50?

Não é devido à direção da escrita, pois o canhoto seria dominante em países onde as línguas são escritas da direita para a esquerda, o que não é o caso. Até mesmo a genética é estranha — apenas cerca de 25% das crianças que têm dois pais canhotos também serão canhotos.

Ser canhoto tem sido associado a todo o tipo de coisas negativas. A falta de saúde e a morte prematura são frequentemente associadas, por exemplo, mas também não são exatamente verídicas.

Esta última é explicada porque muitas pessoas nas gerações mais velhas eram forçadas a trocar e a usar a mão direita. Isso faz parecer que há menos canhotos em idades mais avançadas.

Mitos positivos também são abundantes. As pessoas dizem que os canhotos são mais criativos, pois a maioria deles usa o “cérebro direito”. Este talvez seja um dos mitos mais persistentes sobre a lateralidade e o cérebro.

Mas não importa o quão atraente a ideia de usarmos um “lado do cérebro dominante” que define a nossa personalidade possa parecer — também está errado.

Lateralização cerebral
É verdade, no entanto, que o hemisfério direito do cérebro controla o lado esquerdo do corpo e vice-versa, e que os hemisférios realmente têm especialidades.

Por exemplo, a linguagem geralmente é processada um pouco mais dentro do hemisfério esquerdo e o reconhecimento de caras um pouco mais dentro do hemisfério direito.

Essa ideia de que cada hemisfério é especializado em algumas habilidades é conhecida como lateralização cerebral. No entanto, as metades não funcionam isoladamente, pois uma faixa espessa de fibras nervosas liga os dois lados.

Visitado em 28/05/2020
https://zap.aeiou.pt/cientistas-desmascaram-teoria-comum-canhotos-274902

0 0 vote
Article Rating

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments